O SER EQUILIBRADO

Feliz é o ser que compreende a obra do Grande Arquiteto do Universo e intimamente agradece a bênção de tudo o que a Natureza lhe oferece. Desta forma, aproveitando melhor todos os dons, ele efetuará trabalho mais produtivo, aumentará seu poder criador e se transformará num entre mais refinado, e mais refinadas tornará todas as coisas ao seu redor, aproximando-se mais do Criador.
O homem que se harmoniza com os Projetos do Grande Arquiteto, sabe agradecer a chuva que cai, o calor da sua casa, o sol que ilumina a todos, a árvore que lhe dá frutos, os braços e pernas sadios que o ajudam a trabalhar, enfim tudo que o rodeia, mesmo o que o pode perturbar momentaneamente, uma vez que sabe ser tudo causas para que o seu espírito se torne vitorioso perante o Criador.
O homem confiante na Justiça Divina não teme as investidas da sombra. Caminha firme, sabendo que, em seguida ao encontro das pedras e espinhos, ele era flores e água fresca que lhe saciará a sede.
Todas as coisas que cercam os seres hominais são por eles compreendidas, acrescidas de beleza e utilidades, pelo seu esforço e inteligência; mas o homem só pode sentir-se realizado quando o seu entendimento alcança a necessidade de estudo espiritual, sacrifício e humildade que atingem a luz sem desapego das conquistas humanas.
Se considerarmos a primitividade que muitos seres terrenos vivem, enfrentando os maiores sacrifícios a fim de poderem sobreviver, e observamos que hoje, graças ao desenvolvimento tecnológico, já não precisam sofrer tanto desconforto, uma vez que estão à sua disposição eletricidade e outras forças, poderemos avaliar, com exatidão, o que será a Terra quando o homem equilibrado do futuro souber usar com harmonia o seu magnetismo dosado com fluídos espirituais.
Paz!
Ad.
por Ronaldo Adonai