ENCONTRO DOS SERES NA TERRA


Quando seres se encontram na Terra e há como uma espécie de reconhecimento entre eles é porque já haviam determinado que se cruzariam um dia, na sua trajetória terrena para edificarem algo muito importante para os seus espíritos.
Feliz é o encontro iluminado pelo Amor.
Quando o coração do ser humano é puro, o AMOR DIVINO o encaminha para a companhia que lhe é devida, mas na convivência com os que encontra em seu caminho, é preciso que a sua alma sintonize com as promessas do Grande Filósofo do Amor a fim de que haja um trabalho que se coadune com a evolução espiritual que deve se processar em todos os seres criados pelo Grande Arquiteto do Universo.
Alegremo-nos com o encontro de um amigo que nos entende e incentiva, mas não nos esqueçamos dos que nos acompanham e cujos corações necessitam da nossa constante ajuda a fim de poderem também assimilar um pouco da nossa compreensão no rumo certo para o Mais Alto.
Nada melhor do que a amizade bem estruturada por corações que alcançam o objetivo da união para um trabalho. O que é preciso é que a amizade não se transforme em apegos que asfixiam muitos espíritos munidos de boa vontade que, por causa de tais atos egoísticos, deixam de fazer o melhor.
O primeiro olhar é suficiente para o reconhecimento de almas que se reencontram a fim de recomeçarem experiências redentoras. A entidade espiritual que assiste ao reencontro abençoa-o, augurando que as mentiras terrenas não invertam os seus anseios que, de princípio, foram muito saudáveis.
Enquanto isso, eu particularmente, prestarei mais atenção aos Sinais.
Abraços energéticos de luz, amor e paz!
 Por Ronaldo Adonai