INDO AO GRANDE ARQUITETO DO UNIVERSO...

O paciente irá mentalmente à procura do Criador. Irá em busca do Grande Projetista das Virtudes – sem figura legendária, sem localização espacial nem tempo porque Ele está em seu interior, no íntimo de cada um de nós. E tentará dialogar com Ele, no silêncio da meditação serena e da prece convicta. Para quem não está habituado a esta prática salutar, poderá tudo isso parecer difícil; no entanto, não o é. É fácil conversar com o Senhor da Vida, desde que nós O consideremos Pai amoroso, Justo e Bom. Por exemplo, segue um simplório modelo de como se pode formular tal contato com Ele. Ei-lo:
Pai, perdão pelos meus erros. Inspira-me para que sempre possa achar o caminho do cumprimento do meu dever espiritual. Que sempre eu possa tomar a força espiritual positiva que me rodeia e que me seja possível adquirir a cada dia mais fé, mais amor, mais caridade. Inspira-me para que eu possa tirar, de mim, todo pensamento e sentimento de orgulho, de vaidade, de amor-próprio, de inveja... Que eu possa tirar de mim a raiva e a ira. Que nada do que digam e façam os demais possa me incomodar nem me afastar. Mas que eu possa tirar de meu coração a soberba, a presunção; que eu possa substituir tais mazelas por uma crescente humildade de sentimentos.
Grande Ser Criador, quero ser manso e bom. Quero ser digno mensageiro portador de Tua palavra entre os homens, meus irmãos. Quero fortalecer os laços que me unem ao meu Guia Espiritual, para compreendê-lo e amá-lo, reconhecendo o que devo fazer no cumprimento do planejamento que prometi executar quando me preparava para esta presente vinda à Terra. E assim, meu Criador, quero manter aberto um como que canal de comunicação com o meu Amigo Espiritual, para que ele possa influir sobre o meu pensamento guiando-me pelo caminho certo do cumprimento de meus deveres morais.
Ó meu Pai, quero fortalecer os laços que me unem a todos os meus irmãos em Humanidade, para amá-los e juntos trabalharmos na construção da Paz. Quero ter a segurança e a serenidade para tratar sempre com discernimento todas as questões da vida terrestre. E assim, Senhor da Vida, que ninguém nem nada possa desviar-me do caminho do Bem Maior nem alterar a minha paz interior. Inspira-me para que eu sempre possa encontrar o caminho da Bondade, da Justiça e do Amor não decaindo o meu ânimo nos momentos de duras lutas e terríveis dificuldades. Ao contrário, pondo de lado atitudes pessoais, que eu possa sempre resignar-me ante Tua augusta vontade.
OBSERVAÇÃO: À luz da Visão Espiritual, a forma de nada vale. O que importa é o conteúdo. Quer dizer, orar com os lábios, e só com os lábios, não faz o menor sentido. É preciso que o coração participe da súplica. O paciente não há de ver no modelo que expusemos uma fórmula fixa, definitiva de prece ao Criador. Absolutamente! Faça sua prece ao Pai Celestial com suas próprias palavras abrindo as portas de sua alma ao Criador com sinceridade e amor, com confiança e fé. Transcrevemos aquela prece à guisa de mero exemplo para melhor orientar àquele que porventura ler este texto, escrito com a tinta emprestada do coração de um aprendiz. E nada mais que isto!
Um abraço fraterno, deste amigo peregrino!
Namaste!
Ad.
Por Ronaldo Adonai