DEGRAUS


Os homens são degraus na cadeia da Divindade; cada degrau sustenta um e é sustentado por outro.
Compreender Deus é uma necessidade de nossos espíritos sedentos de Saber. Deus não existe... Ele É. Quisera apagar da mente a palavra Deus, que designa um ser pessoal, e substituí-lo por outra que designe algo universal, como Energia Divina, Vida Criadora ou outra do mesmo gênero. Essa Força-Vida é tudo e essa Energia-Lei não se aborrece nem encoleriza, porque é como o sol. Em quase todas religiões se fala de pecados contra Deus, mas isto é falso. O “pecador” “peca” contra si mesmo e só ofende a si mesmo. É como aquele que quisesse cuspir no sol: longe de sujar o Astro-Rei, sujaria a si próprio. Portanto, o homem não deve “pecar” para não manchar-se. Tal é a Lei.
O “corpo” de Deus é o Cosmos e nele operam as mesmas leis que no corpo humano. O homem, para viver, necessita dos pulmões, do estômago, do cérebro, etc... . As células do cérebro indubitavelmente são mais nobres que as do estômago, porém que é que seria dos neurônios se as células estomacais não funcionassem perfeitamente? Que é que seria do coração se os rins não cumprisse sua tarefa de purificar o sangue?
Perante a divindade, no homem ou no Universo, o trabalho de uma célula nervosa é tão importante como o de uma célula intestinal. Da mesma forma, perante Deus, tanto vale um ser humano “bom” como um “mau”, a “santa” como a prostituta, o grande e o pequeno.
A diferença entre o homem evolucionado e o não evolucionado é relativa à cadeia da humanidade: o primeiro trata de limpar e polir seu degrau e os dos outros, para que nada de “feio” se veja na cadeia, ao passo que o segundo deixa seu degrau sujar-se e essa sujeira se reflete sobre toda a gigantesca cadeia, sem contribuir para nada.
Todo homem que trata de comunicar aos demais o que ele “sabe”, é um homem egoísta. O verdadeiro altruísta é aquele que desperta nos demais o que neles está dormindo. E isto não se consegue obrigando-os a pensar e agir como ele próprio pensa e age, porque cada ser humano, ao meu ver, representa um degrau na escala que conduz a Deus e cada degrau tem sua função.
Que seria do organismo humano se as células cerebrais quisessem convencer as células estomacais de se dedicarem a pensar ao invés de digerir? A verdadeira sabedoria consiste em ajudar a Inteligência Suprema e não ir contra Ela.... Suponhamos que eu seja mulçumano e outra pessoa cristã. Ambos somos células; eu de um órgão e a pessoa de outro. Ambos devemos trabalhar para o conjunto, a fim de fazer dele um conjunto melhor. Ambos devemos desempenhar nossas funções e cumprir a missão que nos foi confiada, da melhor maneira possível , contribuindo assim para a evolução do conjunto.

Namaste!

Paz e abraços de luz deste eterno aprendiz!

Por Ronaldo Adonai