O CABOCLO DAQUI...

Observação:
Este Blog/ Força das Matas pertence à Ronita Eliane.
Todos os demais sites mencionados,são indicações deste blog/aos seguidores e visitantes.





JESUS,O GOVERNADOR DO MUNDO!!!

JESUS,O GOVERNADOR DO MUNDO!!!

Marcadores

quinta-feira, 23 de junho de 2011

SÃO JOÃO!SALVE!!!(AMANHÃ DIA 24 DE JUNHO)SALVE SÃO JOÃO,TODOS OS DIAS!!



 São João

A Festa de São João, relembra São João ou João Batista, o homem que nasceu em 24 de junho e, através de suas atitudes na vida, trouxe a mensagem de que "devemos mudar nossos rumos para encontrar a luz", sugerindo que o caminho para isso é a meditação, a interiorização, a reflexão, pois São João nos ensina que todas as respostas estão e serão encontradas dentro de nós.

Essa mensagem nos leva ao conteúdo da festa que é a Sabedoria, a capacidade de aprender algo a partir de nós mesmos. Devemos trabalhar em nós a coragem para um julgamento interior consciente; visando nosso amadurecimento como pessoa.

Na época da Festa de São João, no nosso hemisfério, vivemos o inverno e o frio que favorece o recolhimento, a meditação, a necessidade de ficar quieto e em silêncio e se respeitarmos os momentos de recolhimento natural das crianças, tomando o cuidado para que o ambiente da casa esteja aconchegante, então estaremos permitindo que a criança viva intensamente esta festa.

Na Festa de São João existe o costume de acender a fogueira, imagem em que a luz simboliza a sabedoria, a luz interior e o calor do amor, representando o movimento da sabedoria capaz de iluminar o pensamento, aquecendo o coração.

Dentro da Pedagogia Waldorf também temos o costume de acender lanternas feitas pelas próprias crianças e adultos. Elas representam a luz interior de cada um, a sabedoria oferecida para iluminar o mundo.

Depois de viver a Sabedoria o homem se prepara para a próxima festa.

Nesse momento o inverno vai deixando nosso hemisfério e a primavera vai se apresentando,. Toda a natureza, como um ato de coragem, começa a florescer.

O homem também desperta, o sol começa a puxá-lo para fora, ele agora deve atuar.

site pesquisa
http://www.rumodogirassol.com.br/saojoao.htm


--

quarta-feira, 22 de junho de 2011

SALMO 140





Livra-me, ó SENHOR, do homem mau; guarda-me do homem violento,
Que pensa o mal no coração; continuamente se ajuntam para a guerra.
Aguçaram as línguas como a serpente; o veneno das víboras está debaixo dos seus lábios. (Selá.)
Guarda-me, ó SENHOR, das mãos do ímpio; guarda-me do homem violento; os quais se propuseram transtornar os meus passos.
Os soberbos armaram-me laços e cordas; estenderam a rede ao lado do caminho; armaram-me laços corrediços. (Selá.)
Eu disse ao SENHOR: Tu és o meu Deus; ouve a voz das minhas súplicas, ó SENHOR.
O DEUS o Senhor, fortaleza da minha salvação, tu cobriste a minha cabeça no dia da batalha.
Não concedas, ó SENHOR, ao ímpio os seus desejos; não promovas o seu mau propósito, para que não se exalte. (Selá.)
Quanto à cabeça dos que me cercam, cubra-os a maldade dos seus lábios.
Caiam sobre eles brasas vivas; sejam lançados no fogo, em covas profundas, para que se não tornem a levantar.
Não terá firmeza na terra o homem de má língua; o mal perseguirá o homem violento até que seja desterrado.
Sei que o SENHOR sustentará a causa do oprimido, e o direito do necessitado.
Assim os justos louvarão o teu nome; os retos habitarão na tua presença.

terça-feira, 21 de junho de 2011

''O SAL DA TERRA...''



Finalmente em Lucas, podemos ler a terceira referencia a esta imagem: sal da terra, quando no capítulo 14, 25, Jesus fala das qualidades dos seus verdadeiros discípulos. Vejamos o trecho: “Muito povo acompanhava Jesus. Voltando-se, disse-lhes: “Se alguém vem a mim e não odeia seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos, suas irmãs, sim, até sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E quem não carrega a sua cruz e me segue, não pode ser meu discípulo. Quem de vós querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la? Para que, depois que tiver lançado os alicerces, não puder acabá-la, todos os que o virem não comecem a zombar dele, dizendo: Este homem principiou a edificar, mas não pôde terminar. Ou qual é o rei que, estando para guerrear com outro rei, não se senta primeiro para considerar se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil? De outra maneira, quando o outro ainda está longe, envia-lhe embaixadores para tratar da paz. Assim, pois, qualquer um de vós que não renuncia tudo o que possui não pode ser meu discípulo. O sal é uma coisa boa, mas se ele perder o seu sabor, com que o recuperará? Não servirá nem para a terra nem para adubo, mas lançar-se-á fora. O que tem ouvidos para ouvir que ouça”.

SALMO 70

 

 

Salmos 70

[Salmo de Davi para o músico-mor, para lembrança] Apressa-te, ó Deus, em me livrar; SENHOR, apressa-te em ajudar-me.
Fiquem envergonhados e confundidos os que procuram a minha alma; voltem para trás e confundam-se os que me desejam mal.
Virem as costas como recompensa da sua vergonha os que dizem: Ah! Ah!
Folguem e alegrem-se em ti todos os que te buscam; e aqueles que amam a tua salvação digam continuamente: Engrandecido seja Deus.
Eu, porém, estou aflito e necessitado; apressa-te por mim, ó Deus. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; SENHOR, não te detenhas.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

O COBRADOR...(profundo ensinamento!)


Depois de um dia de caminhada pela mata, mestre e discípulo retornavam ao casebre, seguindo por uma longa estrada.
> Ao passarem próximo a uma moita de samambaia, ouviram um gemido.
> Verificaram e descobriram, caído, um homem.
> Estava pálido e com uma grande mancha de sangue, próximo ao coração.
> O homem tinha sido ferido e já estava próximo da inconsciência.
> Com muita dificuldade, mestre e discípulo carregaram o homem para o casebre rústico, onde trataram do ferimento.
> Uma semana depois, já restabelecido, o homem contou que havia sido assaltado e que ao reagir fora ferido por uma faca. Disse que conhecia seu agressor,
> e que não descansaria enquanto não se vingasse. Disposto a partir, o homem disse ao sábio:
> - Senhor, muito lhe agradeço por ter salvo minha vida. Tenho que partir e levo comigo a gratidão por sua bondade.
> Vou ao encontro daquele que me atacou e vou fazer com que ele sinta a mesma dor que senti.
> O mestre olhou fixo para o homem e disse:
> - Vá e faça o que deseja. Entretanto, devo informá-lo de que você me deve três mil moedas de ouro, como pagamento pelo tratamento que lhe fiz.
> O homem ficou assustado e disse:
> - Senhor, é muito dinheiro. Sou um trabalhador e não tenho como lhe pagar esse valor!
> - Se não podes pagar pelo bem que recebestes, com que direito queres cobrar o mal que lhe fizeram?
> O homem ficou confuso e o mestre concluiu:
> - Antes de cobrar alguma coisa, procure saber quanto você deve. Não faça cobrança pelas coisas ruins que te aconteçam nessa vida, pois essa vida pode lhe cobrar tudo que você deve.
> E com certeza você vai pagar muito mais caro
>
> Junior Pereira
> Sacerdote Umbandista –  Grupo dos Eternos Aprendizes.

PRECE À PAI BENEDITO...(De Ronita Eliane).


Pai Benedito!
Sei que podes me ouvir..quando meu coração fica apertadinho,assim,como tá agora,meus olhos a se emocionar,é porque sinto a vossa presença...vosso acalanto..e então,tudo que pensei em reclamar ou pedir,antes desta oração...se dissipa..como se já tivésseis compreendido...Não carece, nem consigo, falar mais...estou aqui meu Pai!busco a força para continuar a jornada na bendita Oportunidade desta vida...Busco o Amor para suportar e vencer as ingratidões,e as esperanças para suportar e vencer os desabores...e privações..
Busco A Fé,para suportar e vencer a incerteza...tão pequenina que sou!Busco o Perdão,para suportar e vencer as perseguições...Busco a humildade,para suportar e vencer,todo mal em mim...oculto e revelado...
Busco nesta prece,o consolo,o bom conselho...a singeleza do que é mais belo e puro...que o senhor sempre traz...em vibrações
fortes,de luz...Pai Benedito...Sua Benção,
obrigada!
Que Assim Seja...
''
Ronita

quinta-feira, 16 de junho de 2011

CABOCLO TUPINAMBÁ DAS MATAS

Vem das tuas verdes matas para o recesso da minha mediunidade sau­dosa dos teus benditos fluídos!
Vem incensar minh’alma com o aro­ma da tua presença querida, fa­zen­do ecoar em meus ouvidos aten­tos, o “quiô” da tua vibração!
Vem trazer-me o calor das tuas pa­lavras fluentes, traduzidas na so­no­­ri­dade das folhas das palmeiras quan­do se espanam no ar...
Quero, contigo, apanhar as fo­lhas da Jurema para adornar todo o meu Juremá... Cruzar meu caminho com galhos de arruda e enfeitar minha gira com ramos de guiné...
Vem... Traz o teu arco forte e a tua flecha certeira... Vamos, numa só vi­bração, penetrar no seio da mata virgem, procurar o inimigo que lá se esconde e desarmá-lo, à pujança do teu braço forte!
Volta, Caboclo! Coloca em minha fronte o teu belo cocar... e entrosa em mim, tua essência pura de aromá­ticos jardins, contida em tão pequeno frasco!
Como podes usar-me, tu, enviado bendito das falanges superiores, para cumprimento da tua missão? A que sacrifícios se submete a tua aura, pois, sendo tão grande, consegue incorpo­rar-se num tão diminuto ser!... Mesmo sabendo-me o mais insignificante dos teus médiuns, rogo-te, com ânsias deses­peradas na voz e uma saudade torturante em meu cora­ção: “Volta ao teu reino de luz onde impera a verda­deira caridade! Volta ao teu pegi de amor onde te aguar­dam, ansiosos, os teus filhos de fé e o teu mo­desto apa­relho receptor...
As ondas vibráteis da minha me­diu­nidade que­rem voltar a funcionar ao toque das tuas abençoadas mãos... Teu re­gresso será uma festa emo­cio­nal onde as lágrimas mal contidas se confun­di­rão com o sorriso de algu­mas cria­turas que não sabem chorar...
Teu ponto riscado iluminado es­tá... teu ponto cantado, entoado num só diapasão de voz, te abrirá ao nosso meio, para aconchego dos que reco­nhe­cem em ti, um trabalhador no cam­po sublime da caridade!...
Teu assobio atrairá a atenção da­queles que ainda te crêem em missão no Alto e de pronto, estarás entre nós, numa vibração harmoniosa que a todos envolverá.
Volta, Caboclo! Sem ti sou qual ave sem ninho... Pássaro sem asa... Ár­vore sem ramagens.... Volta, Ca­boclo... Minha cabana te espera... A copa dos arvoredos se cobre de flores ao ciclo mágico da primavera... O perfume dos jasmins per­passa pelo ar e o ca­minho do teu re­gresso es­tá se aromati­zando de incenso, mirra e de benjoim...
Curumins alegres - os teus cu­rumins – vesti­dos de branco, irão es­pa­lhando, pela orla do vale, pétalas cheirosas à tua passagem... Nos cui­tés, haverá a água de coco fresqui­nha, o aluá e o néctar precioso que as abelhas produzem... Vem... Tudo se prepara para tua chegada... Os tam­bores sau­darão a tua vinda junto com os aplau­sos daqueles que res­peitam e reco­nhe­cem o valor da tua gira!
Volta, Caboclo! Minhas mãos te buscam na sinceridade DESTA súplica onde se patenteia o meu amor por ti e a gratidão ao Médium Supremo por me ter apontado para ser teu peque­nino médium! Volta, Caboclo... Volta...
PAI RONALDO LINARES

À PROCURA DE PÉROLAS...

 
À procura das Pérolas

''Ananda disse ao Buda: “O senhor, ó Buda, nasceu em uma família real, permaneceu sentado sob uma árvore e meditou sobre a sabedoria durante seis anos. Obter assim (a dignidade) de Buda é lográ-la facilmente”.

O Buda respondeu a Ananda: “Certa vez, Ananda, havia um senhor proprietário extremamente rico que possuía toda sorte de jóias, mas como não possuía as verdadeiras pérolas vermelhas, não se sentia satisfeito. Levando consigo outros homens, ele foi ao mar para recolher algumas pérolas; após superar vários perigos e obstáculos, conseguiu chegar ao local onde se encontravam as jóias. Ele cortou seu corpo para fazer correr o sangue, o qual colocou em um saco untado com óleo, suspenso no fundo do mar. As ostras, ao sentirem o odor do sangue, vieram sugá-lo. Então ele pôde retirar as ostras e, abrindo-as, fez saírem as pérolas; recolhendo-as dessa maneira durante três anos, ele chegou a formar um colar inteiro.

Quando retornava, ao chegar à margem de um rio, seus companheiros, vendo que trazia jóias preciosas, armaram-lhe uma cilada. Enquanto o seguiam para pegar água, reuniram-se e o atiraram em um poço, que depois cobriram, e partiram. Passado um longo tempo desde que caíra no fundo do poço, o homem percebeu um leão que se aproximava por um orifício lateral para beber água. Ele novamente teve muito medo. Mas, quando o leão partiu, o homem procurou a passagem por onde o animal havia vindo, pôde sair (do poço) e voltar a seu país.

Quando seus companheiros retornavam à sua casa, o homem os chamou e disse: “Vocês me roubaram um colar. Ninguém o sabe, nem que vocês também tentaram-me fazer perecer. Devolvam-no em segredo e eu não os denunciarei”. Temerosos, os homens devolveram as pérolas. De posse das jóias, o proprietário levou-as para casa.
Ele tinha dois filhos que brincavam com as pérolas, colocando-as sobre o corpo, e perguntavamum ao outro: “De onde vêm essas pérolas?”. Um deles disse: “Elas vieram do saco que tenho na mão”.

O outro disse: “Elas vieram de um jarro que está nesta sala”. Vendo aquilo, o pai começou a rir.

Sua esposa lhe perguntou a razão, e ele respondeu: “Recolhi essas pérolas mediante um sofrimento extremo; essas crianças as receberam de mim, não sabem nada dessa história e pensam que as pérolas vieram de um jarro”.

O Buda disse a Ananda: “Você me vê somente após ter-me tornado Buda, mas ignora com que esforço e pena me dediquei ao estudo por incontáveis kalpas. Agora cheguei ao objetivo e você pensa que foi fácil, tal como aquelas crianças que pensavam que as pérolas vinham do jarro”.

Assim, podemos atingir o objetivo praticando inúmeras boas ações e acumulando méritodurante muitos kalpas, mas não se trata do resultado, nem de um só ato, de uma única ação ou de uma só vida.''

*

quarta-feira, 15 de junho de 2011

OS ANJOS CANTAM...JUNTO AOS ANJOS...NA TERRA!!!



CHOI,QUE O MUNDO INTEIRO,ESTEJA TORCENDO POR VOCE!!!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

domingo, 12 de junho de 2011

ORAÇÃO À SANTO ANTONIO DE PÁDUA/de Ronita Eliane




ORAÇÃO A SANTO ANTONIO DE PÁDUA/ass.Ronita Eliane

''Santo Antonio...com vossa luz e força,e justiça...seus exemplos de amor e fé!Onde ensinastes,''O Amor acima de todas as coisas materiais.!E de esperanças quando dissestes''A  misericórdia de Deus é infinita...não sabemos o quanto!''rogai por todos nós!que caminhamos,nesta terra,nossas missões,nossas remissões,nossos erguimentos espirituais,nossos caminhos...rogai por nós,Santo Antonio de Pádua!Vós que com coragem aplacastes  a tirania e a usura,venha nos lembrar o indizível sabor do pão partilhado,da fraternidade verdadeira,unindo almas e corações,venha nos fortalecer na fé e com sua voz e sua palavra mais viva e quente que o próprio fogo...transmutando tudo em nossas vidas,em remissão de misericórdias,justiça, e Amor...Vós que abraçastes,Francisco de Assis,vós que junto a ele,seguistes a Jesus,e a todos ensinastes...amar como ele nos amou...Que a centelha das esperanças iluminadas que nos deixastes,quando vivenciastes junto aos que padeciam fome e injustiças,''dizendo...''Se algum de vós têm uma ferida,que lambem como cães,eu vos digo...esta ferida agora é Minha!!Não tenham medo!Tudo não termina aqui...Não!'' E,aos tiranos e avaros,e ladrões,disseste''Aguenta o peso da Riqueza!Minha riqueza,é muito maior!'',referindo-se à verdadeira riqueza,que provém da alma,consolando e fortalecendo assim,a muitos,que esta esperança venha também fortalecer-nos,e iluminar-nos,afastando-nos da cobiça e da tirania,elevando-nos para que assim encontremos,a Verdadeira Riqueza,que vem de Nosso Criador...e em vossos ensinamentos,enquanto indagado onde seria encontrada...dissestes ''Pergunte...ao teu coração....''.Santo Antonio de Pádua,te saudamos,com carinho neste dia,nossas preces cheguem até vós!
Salve Vossa força!e vosso Amor!e vossa Luz!
que assim seja!''
ass.Ronita

quarta-feira, 8 de junho de 2011

terça-feira, 7 de junho de 2011

segunda-feira, 6 de junho de 2011

TUDO QUE FIZESTES...



Mateus 25:35
porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me acolhestes;
Mateus 25:36
estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me.
Mateus 25:37
Então os justos lhe perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
Mateus 25:38
Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos?
Mateus 25:39
Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te?
Mateus 25:40
E responder-lhes-á o Rei: Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes meus irmãos, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes.(JESUS)...

TUDO QUE FIZESTES...


Meditando os Evangelhos...(trecho)...

''TUDO QUANTO FIZESTES A UM DESTES PEQUENINOS A MIM O FIZESTES''(Jesus)

Mateus 25:32-45                      
                   
 

Meditando...


''tudo que fizestes''...compreende-se ''tudo''...de bom,ou de ruim...de mal,ou de bem!
de caridade,ou de crueldade! e etc..

Paz e Bem!


abençoada semana para todos!


com carinhos...


Ronita

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Elegendo prioridades

 

Quantas vezes você já se disse cansado, estressado, desanimado? Quantas vezes a vida lhe pareceu pesar sobre os ombros, como se carregasse o mundo e se sentiu quase a soçobrar?
Já se indagou, alguma vez, por que esse seu estado de ânimo?
Você poderá responder que é o cansaço da luta diária, que já não é tão jovem, que os anos contam na economia do corpo, que as forças já não são as mesmas, que as lutas recrudesceram.
Tudo isso pode ser verdade, parcialmente. No entanto, por vezes, elegemos alguns itens como prioritários em nossa vida, sem que realmente o sejam.
Isso nos remete a um fato que ouvimos e que buscaremos narrar, ao sabor da nossa própria emoção.
Certo professor costumava reunir, com alguma frequência, seus alunos, extraclasse, a fim de estreitarem laços de amizade. Sua casa era, de modo geral, o local onde se encontravam.
Numa dessas oportunidades, os rapazes começaram a falar dos seus desencantos, do seu cansaço, do estresse de que se sentiam acometidos.
Todos falavam e a tonalidade era a mesma. Então, o diligente professor foi até a cozinha e preparou chocolate quente.
O dia estava frio e a bebida era propícia. Trouxe uma grande jarra com o chocolate quente e a colocou sobre a mesa da sala.
Ao seu redor, colocou canecas de tamanhos, cores e tipos diferentes. Umas eram grandes, coloridas, bonitas. Algumas de porcelana, outras de cristal, outras de barro.
Logo, os rapazes, ávidos por beber algo quente, começaram a se servir, escolhendo as mais caras e vistosas canecas.
E a conversa continuou.
Passado algum tempo, esgotadas as reclamações, tomou a palavra o professor:
Jovens, vejo que todos apreciaram o chocolate quente. Vocês se deram conta de que cada um, de forma rápida, procurou apanhar a caneca mais bonita, mais preciosa?
Embora vocês achem normal desejarem somente as melhores coisas para si, é aí que está a fonte de seus problemas.
A caneca não acrescenta nada à qualidade da bebida. Na maioria das vezes, é apenas mais cara. Às vezes, até esconde o que estamos bebendo.
No entanto, o que todos queriam era o chocolate, não é verdade?
A caneca é apenas o recipiente, que não tem o condão de alterar a substância que contém.
Vejam bem: o chocolate quente é a vida que Deus nos dá. Emprego, dinheiro e a posição na sociedade são as canecas.
São ferramentas que fazem parte da vida. As canecas que vocês têm nas mãos não definem, nem mudam a qualidade de vida que vocês vivem.
Às vezes nos concentramos nas canecas, deixamos de saborear o chocolate quente que Deus nos tem ofertado.
Lembrem-se de que Deus provê o chocolate. Ele não escolhe a caneca.
* * *
Lembremos que as pessoas felizes não são as que têm o melhor de tudo, mas as que fazem o melhor de tudo que têm.
Pensemos nisso e façamos a eleição das nossas prioridades.
Redação do Momento Espírita, com base em conto de autoria ignorada.
Em 01.06.2011

O HOMEM DE NAZARÉ...



VAMOS SEGUIR COM FÉ...TUDO QUE ENSINOU...O HOMEM DE NAZARÉ....

quinta-feira, 2 de junho de 2011

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Related Posts with Thumbnails