(trecho do livro ''A Caminho da Luz'').



""Passaram as gerações de todos os tempos, com as suas
inquietações e angústias.
As guerras ensanguentaram o roteiro dos povos nas suas peregrinações incessantes para o conhecimento superior.
Caíram os tronos dos reis e esfacelaram-se coroas milenárias.
Os príncipes do mundo voltaram ao teatro de sua vaidade orgulhosa, no indumento humilde dos escravos, e, em vão, os ditadores conclamaram,
e conclamam ainda, os povos da Terra, para o morticínio e para a destruição.
O determinismo do amor e do bem é a Lei de todo o universo e a alma humana emerge de todas as catástrofes em busca de uma vida melhor.
**********
Só Jesus não passou, na caminhada dolorosa das ra-
ças, objetivando a dilaceração de todas as fronteiras para o
amplexo universal.
Ele é a luz do princípio e nas suas mãos misericordiosas repousam os destinos do mundo.
Seu coração magnânimo é a fonte da vida para toda a humanidade
terrestre. Sua mensagem de amor, no Evangelho, é a eterna
palavra da ressurreição e da justiça, da fraternidade e da
misericórdia.
Todas as coisas humanas passaram, todas as coisas humanas se modificarão.
Ele, porém, é a luz de todas as vidas terrestres, inacessível ao tempo e à destruição.
Enquanto falamos da missão do século XX, contemplando os ditadores da atualidade, que se arvoram em verdugos das multidões, cumpre-nos voltar os olhos súplices para a infinita misericórdia do Senhor, implorando-lhe paz
e amor para todos os corações.''
Francisco Cândido Xavier | Emmanuel
(trecho do livro ''A Caminho da Luz'').