cantico de metta

O cântico de MettaAham avero homiQue eu possa me libertar da inimizade e do perigoabyapajjho homique eu possar me libertar do sofrimento mentalanigha homique eu possa me libertar do sofrimento físicosukhi - attanam pariharamique eu possa cuidar de mim mesmo com felicidadeMama matapituque meus paisajariya ja nyaridimitta japrofessores, parentes e amigossabrahma - jarino jaqueridos seguidores do Dharmaavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeImasumem arame sabbe yoginoque todos os meditadores deste feudoavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeImasumem arame sabbe bhikkhuque todos os monges deste feudosamanera jamonges iniciantesupasaka - upasikaya jadiscípulos homens e mulheresavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeAmhakam jatubajaya - dayadaque todos os doadores das quatro providências: vestimenta, comida, remédios e abrigoavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeAmhakam arakkha devataque nossos deuses guardiõesImasumem vihareneste monastérioImasumem avasenesta casaImasumem arameneste feudoarakkha devataque os deuses guardiõesavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeSabbe sattaque todos os seressabbe panatodas as coisas que respiramsabbe bhuttatodas as criaturassabbe puggalatodos os indivíduossabbe attabhava - pariyapannatodos os seres com mente e corposabbe itthoyoque todas as mulheressabbe purisaque todos os homenssabbe ariyaque todos os santossabbe anariyaque todos aqueles que almejam a santidadesabbe devaque todos os deusessabbe manussaque todos os humanossabbe vinipatikaque todos aqueles nos quatro reinos miseráveisavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeDukkha mujjantuque todos os seres possam se libertar do sofrimentoYattha-laddha-sampattito mavigajjhantuque o que quer que eles tenham ganhado não seja perdidoKammassakatodos os seres são donos de seu próprio karmaPurathimaya disayana direção lestepajjhimaya disayana direção oesteuttara disayana direção nortedekkhinaya disayana direção sulpurathimaya anudisayana direção sudestepajjhimaya anudisayana direção noroesteuttaraya anudisayana direção nordestedekkhinaya anudisayana direção sudoestehetthimaya disayana direção para baixouparimaya disayana direção para cimaSabbe sattaque todos os seressabbe panatodas as coisas que respiramsabbe bhuttatodas as criaturassabbe puggalatodos os indivíduossabbe attabhava - pariyapannatodas os seres com mente e corposabbe itthoyoque todas as mulheressabbe purisaque todos os homenssabbe ariyaque todos os santossabbe anariyaque todos aqueles que almejam a santidadesabbe devaque todos os deusessabbe manussaque todos os humanossabbe vinipatikaque todos aqueles nos quatro reinos miseráveisavera hontusejam libertados da inimizade e do perigoabyapajjha hontusejam libertados do sofrimento mentalanigha hontusejam libertados do sofrimento físicosukhi - attanam pariharantuque eles possam tomar conta de si mesmos com felicidadeDukkha mujjantuque todos os seres possam se libertar do sofrimentoYattha-laddha-sampattito mavigajjhantuque o que quer que tenham ganho, não seja perdidoKammassakatodos os seres são donos de seu próprio karmaUddham yava bhavagga jadesde o mais alto plano de existênciaadho yava avijjitoaté o plano mais baixosamanta jakkavalesuem todo o universoye satta pathavijaraquaisquer seres que se movam pela terraabyapajjha nivera jasejam libertados do sofrimento físico e da inimizadenidukkha ja nupaddavae do sofrimento físico e do perigoUddham yava bhavagga jadesde o mais alto plano de existênciaadho yava avijjitoaté o plano mais baixosamanta jakkavalesuem todo o universoye satta udakejaraquaisquer seres que se movam pela águaabyapajjha nivera jaque eles possam se libertar do sofrimento mental e da inimizadenidukkha ja nupaddavae do sofrimento físico e do perigoUddham yava bhavagga jadesde o mais alto plano de existênciaadho yava avijjitoaté o plano mais baixosamanta jakkavalesuem todo o universoye satta akasejaraquaisquer seres que se movam pelo arabyapajjha nivera jaque eles possam ser libertados do sofrimento mental e da inimizadenidukkha ja nupaddavae do sofrimento físico e do perigo.

video
http://www.mp3tube.net/br/musics/Imee-Ooi-Cantico-de-Meeta/230425/

O QUE DESEJO A VOCES


Victor Hugo
Desejo primeiro que você ame, E que amando, também seja amado. E que se não for, seja breve em esquecer. E que esquecendo, não guarde mágoa. Desejo, pois, que não seja assim, Mas se for, saiba ser sem desesperar. Desejo também que tenha amigos, Que mesmo maus e inconseqüentes, Sejam corajosos e fiéis, E que pelo menos num deles Você possa confiar sem duvidar. E porque a vida é assim, Desejo ainda que você tenha inimigos. Nem muitos, nem poucos, Mas na medida exata para que, algumas vezes, Você se interpele a respeito De suas próprias certezas. E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo, Para que você não se sinta demasiado seguro. Desejo depois que você seja útil, Mas não insubstituível. E que nos maus momentos, Quando não restar mais nada, Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé. Desejo ainda que você seja tolerante, Não com os que erram pouco, porque isso é fácil, Mas com os que erram muito e irremediavelmente, E que fazendo bom uso dessa tolerância, Você sirva de exemplo aos outros. Desejo que você, sendo jovem, Não amadureça depressa demais, E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer E que sendo velho, não se dedique ao desespero. Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e É preciso deixar que eles escorram por entre nós. Desejo por sinal que você seja triste, Não o ano todo, mas apenas um dia. Mas que nesse dia descubra Que o riso diário é bom, O riso habitual é insosso e o riso constante é insano. Desejo que você descubra , Com o máximo de urgência, Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos, Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta. Desejo ainda que você afague um gato, Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro Erguer triunfante o seu canto matinal Porque, assim, você sesentirá bem por nada. Desejo também que você plante uma semente, Por mais minúscula que seja, E acompanhe o seu crescimento, Para que você saiba de quantas Muitas vidas é feita uma árvore. Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro, Porque é preciso ser prático. Eque pelo menos uma vez por ano Coloque um pouco dele Na sua frente e diga `Isso é meu`, Só para que fique bem claro quem é o dono dequem. Desejo também que nenhum de seus afetos morra, Por ele e por você, Mas que se morrer, você possa chorar Sem se lamentar esofrer sem se culpar. Desejo por fim que você sendo homem, Tenha uma boa mulher, E que sendo mulher, Tenha um bom homem Eque se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes, E quando estiverem exaustos e sorridentes, Ainda haja amor para recomeçar. E se tudo isso acontecer, Não tenho mais nada a te desejar

REVOLUÇÃO DA ALMA





Revolução da Alma
"Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue sua alegria, sua paz, sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém. Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja. A razão da sua vida é você mesmo. A sua paz interior é a sua meta de vida. Quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda está faltando algo, mesmo tendo tudo, remeta seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe em você. Pare de colocar sua felicidade cada dia mais distante de você. Não coloque objetivos longe demais de suas mãos;abrace os que estão ao seu alcance hoje. Se você anda desesperado por problemas financeiros, amorosos ou de relacionamentos familiares, busque em seu interior a resposta para se acalmar. Você é reflexo do que pensa diariamente. Pare de pensar mal de você mesmo,e seja seu melhor amigo sempre. Sorrir significa aprovar, aceitar, felicitar. Então abra um sorriso para aprovar o mundo que lhe quer oferecer o melhor. Com um sorriso no rosto as pessoas terão as melhores impressões de você, e você estará afirmando para você mesmo, que está "pronto" para ser feliz. Trabalhe, trabalhe muito a seu favor. Pare de esperar a felicidade sem esforços. Pare de exigir das pessoas aquilo que nem você conquistou ainda. Critique menos, trabalhe mais. E não se esqueça nunca de agradecer. Agradeça tudo que está em sua vida nesse momento, inclusive a dor . Nossa compreensão do universo ainda é muito pequena para julgar o que quer que seja na nossa vida. Por fim, acredite que não estaremos sozinhos em nossas caminhadas, um instante sequer, se nossos passos forem dados em busca de justiça e igualdade!"
"A grandeza não consiste em receber honras, mas em merecê-las."
*************************************
Você sabe quem é o autor deste texto? E em que ano foi escrito? Imagina alguém? Dê um palpite? Desça e veja o autor.
"Se você disse Aristóteles, parabéns acertou! Aristóteles, filósofo grego, nasceu na Macedônia (384 a 322 A .C.) e estudou durante algum tempo sob a orientação do grande pensador e professor Platão. Este texto foi escrito em 360 A.C., ou seja aproximadamente 2.360 anos atrás! Nada mais atual! A busca da felicidade, nunca está no externo e em um lugar distânte! Ela está mais próxima que sua respiração, ela está dentro de você! A verdadeira felicidade só aparece para quêm faz por merecê-la! Abração!!! ronita

''O AMOR EXPLICADO DE FORMA SIMPLES...PELAS CRIANÇAS...''


O AMOR EXPLICADO DE UMA FORMA SIMPLES E PURA
Esta foi uma pesquisa séria feita por profissionais de educação e psicologia com um grupo de crianças de 4 a 8 anos sobre o que é o amor.
Respostas:
"AMOR É QUANDO ALGUÉM TE MAGOA, E VOCÊ, MESMO MUITO MAGOADO, NÃO GRITA, PORQUE SABE QUE ISSO FERE SEUS SENTIMENTOS". MATHEUS, 6 ANOS.
"QUANDO MINHA AVÓ PEGOU ARTRITE, ELA NÃO PODIA SE DEBRUÇAR PARA PINTAR AS UNHAS DOS DEDOS DO PÉ. MEU AVÔ, DESDE ENTÃO, "PINTA AS UNHA PARA ELA. MESMO QUANDO ELE TEM ARTRITE." REBECCA, 8 ANOS.
"AMOR É QUANDO UMA MENINA COLOCA PERFUME E O MENINO COLOCA LOÇÃO PÓS- BARBA, E ELES SAEM JUNTOS E SE CHEIRAM". KARL, 5 ANOS.
"EU SEI QUE MINHA IRMÃ MAIS VELHA ME AMA, PORQUE ELA ME DÁ TODAS AS SUAS ROUPAS VELHAS E TEM QUE SAIR PARA COMPRAR OUTRAS." LAUREN, 4 ANOS.
"AMOR É COMO UMA VELHINHA E UM VELHINHO QUE AINDA SÃO MUITO AMIGOS, MESMO CONHECENDO HÁ MUITO TEMPO." TOMMY, 6 ANOS.
"QUANDO ALGUÉM TE AMA, A FORMA DE FALAR SEU NOME É DIFERENTE". BILLY, 4 ANOS (liiiiinnndooo!).
"AMOR É QUANDO VOCÊ SAI PARA COMER E OFERECE SUAS BATATINHAS FRITAS, SEM ESPERAR QUE A OUTRA PESSOA TE OFERECA AS BATATINHAS DELA." CHRISSY, 6 ANOS.
"AMOR É O QUE ESTÁ COM A GENTE NO NATAL, QUANDO VOCÊ PÁRA DE ABRIR OS PRESENTES E O ESCUTA." BOBBY, 5 ANOS.
"SE VOCÊ QUER APRENDER A AMAR MELHOR, VOCÊ DEVE COMEÇAR COM UM AMIGO QUE VOCÊ NÃO GOSTA." NIKKA 6 ANOS.
"QUANDO VOCÊ FALA PARA ALGUÉM ALGO RUIM SOBRE VOCÊ MESMO E SENTE MEDO QUE ESSA PESSOA NÃO VENHA A TE AMAR POR CAUSA DISSO, AÍ VOCÊ SE SURPREENDE, JÁ QUE NÃO SÓ CONTINUAM TE AMANDO, COMO AGORA TE AMAM MAIS AINDA." SAMANTHA, 7 ANOS.
"HÁ 2 TIPOS DE AMOR, O NOSSO AMOR E O AMOR DE DEUS, MAS O AMOR DE DEUS JUNTA OS DOIS." JENNY, 4 ANOS.
"AMOR É QUANDO MAMÃE VÊ O PAPAI SUADO E MAL CHEIROSO E AINDA FALA QUE ELE É MAIS BONITO QUE O ROBERT REDFORD." CHRIS, 8 ANOS (que sinceridade...)
"DURANTE MINHA APRESENTACÃO DE PIANO, EU VI MEU PAI NA PLATÉIA ME ACENANDO E SORRINDO. ERA A ÚNICA PESSOA FAZENDO ISSO E EU NÃO SENTIA MEDO." CINDY, 8 ANOS.
"AMOR É QUANDO VOCÊ FALA PARA UM GAROTO QUE LINDA CAMISA ELE ESTÁ VESTINDO, E ELE A VESTE TODO DIA." NOELLE, 7 ANOS.
"NÃO DEVERÍAMOS DIZER EU TE AMO A NÃO SER QUANDO REALMENTE O SINTAMOS. E SE SENTIMOS, ENTÃO DEVERÍAMOS EXPRESSÁ-LO MUITAS VEZES. AS PESSOAS ESQUECEM DE DIZÊ-LO". JESSICA, 8 ANOS.
"AMOR É SE ABRAÇAR, AMOR É SE BEIJAR, AMOR É DIZER NÃO". PATTY, 8 ANOS.
"AMOR É QUANDO SEU CACHORRO LAMBE SUA CARA, MESMO DEPOIS QUE VOCÊ DEIXA ELE SOZINHO O DIA INTEIRO." MARY ANN, 4 ANOS.
"QUANDO VOCÊ AMA ALGUÉM, SEUS OLHOS SOBEM E DESCEM, E PEQUENAS ESTRELAS SAEM DE VOCÊ." KAREN, 7 ANOS.
"DEUS PODERIA TER DITO PALAVRAS MÁGICAS PARA QUE OS PREGOS CAÍSSEM DO CRUCIFIXO, MAS ELE NÃO DISSE ISSO. ISSO É AMOR". MAX, 5 ANOS (com certeza é a melhor definição de amor que eu já li até hoje.)
Geralmente... O AMOR SE ENCONTRA EM PEQUENOS GESTOS. Você não pode imaginar quantas vidas gostariam ou precisam ouvir isso hoje.
c carinho, RONITA

AJUDA SEM QUESTINAMENTOS,FAZENDO AO PROXIMO O QUE GOSTARIEIS QUE O FIZESSEM A VÓS SE ESTIVÉSSEIS NA MESMA SITUAÇAO ''NAQUELE MOMENTO''!!


Cora Coralina Estavam ali parados. Marido e mulher. Esperavam o carro. E foi que veio aquela da roça tímida, humilde, sofrida. Contou que o fogo, lá longe, tinha queimado seu rancho, e tudo que tinha dentro. Estava ali no comércio pedindo um auxílio para levantar novo rancho e comprar suas pobrezinhas. O homem ouviu. Abriu a carteira tirou uma cédula, entregou sem palavra. A mulher ouviu. Perguntou, indagou, especulou, aconselhou, se comoveu e disse que Nossa Senhora havia de ajudar E não abriu a bolsa. Qual dos dois ajudou mais? Donde se infere que o homem ajuda sem participar e a mulher participa sem ajudar. Da mesma forma aquela sentença: "A quem te pedir um peixe, dá uma vara de pescar." Pensando bem, não só a vara de pescar, também a linhada, o anzol, a chumbada, a isca, apontar um poço piscoso e ensinar a paciência do pescador. Você faria isso, Leitor? Antes que tudo isso se fizesse o desvalido não morreria de fome? Conclusão: Na prática, a teoria é outra.

MADRE TEREZA DE CALCUTA


O que eu faço é simples: ponho pão nas mesas e compartilho-o. Madre Teresa de Calcutá O senhor não daria banho em um leproso nem por um milhão de dólares? Nem eu. Somente por amor se pode dar banho em um leproso. Madre Teresa de Calcuta A vida A vida é uma oportunidade, aproveita-a. A vida é beleza, admira-a. A vida é beatificação, saborei-a. A vida é sonho, torna-o realidade. A vida é um desafio, enfrenta-o. A vida é um dever, cumpre-o. A vida é um jogo, joga-o. A vida é preciosa, cuida-a. A vida é riqueza, conserva-a. A vida é amor, goza-a. A vida é um mistério, desvela-o. A vida é promessa, cumpre-a. A vida é tristeza, supera-a. A vida é um hino, canta-o. A vida é um combate, aceita-o. A vida é tragédia, domina-a. A vida é aventura, afronta-a. A vida é felicidade, merece-a. A vida é a VIDA, defende-a. Madre Teresa de Calcutá

LIRIOS DO VENTO...


Sinto amor por ti, algo como um rio que corre, fluindo em direção ao grande mar... E peço, com silêncio e vontade, proteção para o caminho que escolheste percorrer; peço para que este traga o que teu coração tanto anseia, para estar sempre em conexão com a luz que a tudo banha e renova. Peço amplitude para que a tua visão interior possa estender-se para além dos limites que os teus medos ainda impõem na esperança vã que permaneças sozinho, dependente de ilusões. Peço consciência para que a tua coragem abra os campos floridos do teu ser para que corras em liberdade, em agradecimento pelo céu que te cobre, pela terra que te dá sustentação, pela água que sacia tua sede, pelos ventos mornos que acariciam teus cabelos... Peço amor para que possas empreender a tua jornada sem sofrimento, sem solidão, compartilhando com os teus o que de mais sagrado alguém pode sentir e ofertar. Que a tua alegria seja grande, que teu riso chegue aos ouvidos de Deus como um convite a celebrar a vida, a vida que pulsa em cada milímetro do teu ser. Olha, lá estão os lírios dos ventos... Colhe-os e dá aos teus irmãos como símbolo da tua alegria, da tua paz de espírito. E lembra: tempos de aprender são aqueles que te lembram que o perdão deve estar presente, dia a dia, para que possas renascer da tua própria luz, da tua própria sabedoria. Sê feliz, e agradece por tudo que te é dado, és abençoado pelo simples fato de estares aqui.

LOUVOR ÀS CRIATURAS E A MÃE NATUREZA


''Louvado seja Deus na natureza, Mãe gloriosa e bela da Beleza, E com todas as suas criaturas; Pelo irmão Sol, o mais bondoso E glorioso irmão pelas alturas, O verdadeiro, o belo, que ilumina Criando a pura glória - a luz do dia! Louvado seja pelas irmãs Estrelas, Pela irmã Lua que derrama o luar, Belas, claras irmãs silenciosas E luminosas, suspensas no ar. Louvado seja pela irmã Nuvem que há de Dar-nos a fina chuva que consola; Pelo Céu azul e pela Tempestade; Pelo irmão Vento, que rebrama e rola. Louvado seja pela preciosa, Bondosa água, irmã útil e bela, Que brota humilde. é casta e se oferece A todo o que apetece o gosto dela. Louvado seja pela maravilha Que rebrilha no Lume, o irmão ardente, Tão forte, que amanhece a noite escura, E tão amável, que alumia a gente. Louvado seja pelos seus amores, Pela irmã madre Terra e seus primores, Que nos ampara e oferta seus produtos, árvores, frutos, ervas, pão e flores. Louvado seja pelos que passaram Os tormentos do mundo dolorosos, E, contentes, sorrindo, perdoaram; Pela alegria dos que trabalham, Pela morte serena dos bondosos. Louvado seja Deus na mãe querida, A natureza que fez bela e forte: Louvado seja pela irmã Vida Louvado seja pela irmã Morte.'' FRANCISCO DE ASSIS

FORÇA INTERIOR


''Do fundo desta noite que persiste A me envolver em breu - eterno e espesso, A qualquer deus - se algum acaso existe, Por mi’alma insubjugável agradeço. Nas garras do destino e seus estragos, Sob os golpes que o acaso atira e acerta, Nunca me lamentei - e ainda trago Minha cabeça - embora em sangue - ereta. Além deste oceano de lamúria, Somente o Horror das trevas se divisa; Porém o tempo, a consumir-se em fúria, Não me amedronta, nem me martiriza. Por ser estreita a senda - eu não declino, Nem por pesada a mão que o mundo espalma; Eu sou dona e senhora de meu destino; Eu sou A comandante de minha alma.''

RONITA

videoVocê ainda é o único(Quando eu te vi pela primeira vez, eu vi o amor.E na primeira vez que você me tocou, eu senti o amorE depois desse tempo todo, você ainda é quem eu amo.)Parece que nós conseguimosOlhe o quanto nós chegamos longe meu queridoNós devemos ter seguido o caminho longoNós sabíamos que chegaríamos lá algum diaPonte:Eles diziam, "Eu aposto que eles nunca conseguirão"Mas somente olhe para nós aquiNós ainda estamos juntos e forte:(Você ainda é aquele)Você ainda é aquele para quem eu corroAquele a quem eu pertençoVocê é aquele que eu quero na vida(Você ainda é aquele)Você ainda é aquele que eu amoAquele com quem eu sonhoVocê ainda é aquele que eu beijo boa noiteNão existe nada melhorNós derrotamos o improvável juntosEu estou feliz por não termos escutadoOlhe para o que nós poderíamos estar perdendoEu estou feliz por nós termos conseguidoOlhe o quanto longe nós chegamos meu querido

''NINGUEM TE AMA...COMO EU...!''



video

''foi assim que me encontrei com ''ele''...


video


''EU SÓ PEÇO A DEUS...QUE A GUERRA NÃO ME SEJA INDIFERENTE...É UM MONSTRO GRANDE PISA FORTE...TODA POBRE INOCENCIA DESTA GENTE...''


''EU SÓ PEÇO A DEUS...QUE A MENTIRA NÃO ME SEJA INDIFERENTE...SE UM SÓ TRAIDOR TEM MAIS PODER QUE UM POVO...QUE ESTE POVO NÃO O ESQUEÇA FACILMENTE...''


''EU SÓ PEÇO A DEUS...QUE A INJUSTIÇA NÃO ME SEJA INDIFERENTE...POIS NÃO POSSO DAR A OUTRA FACE...SE JÁ FUI MACHUCADA BRUTALMENTE...''

''EU SÓ PEÇO A DEUS...QUE A DOR NÃO ME SEJA INDIFERENTE...QUE A MORTE NÃO ME ENCONTRE UM DIA...SOLITÁRIA,SEM TER FEITO...O QUE EU QUERIA...''