TER GARRA


Ter Garra"
Não havia nada que eu pudesse fazer, mas fiz;
Alcançar tal coisa era impossível, eu a busquei.
Não havia mais esperança, eu a mantive...
Não restava tempo para mais nada,
mas eu lutei até a ultima hora;
Não queriam, mas eu insisti.
A ultima palavra havia sido dada, mas eu ainda falei...
Enfim, estou passando pela vida e tudo vai acontecendo,
Portas se fechando, e eu as abrindo...
E a felicidade esta em mim.
Pois, se nada tenho, por tudo lutei;
E, sem me arrepender de nada...
No futuro poderei dizer: Tentei!..
E, mesmo que a fortuna venha a mim,
Por tudo que Deus me deu,
direi a todos: " V E N C I !..."
 (desconheço o autor)...

garth brooks standing outside the fire official




Ficando do lade de fora do fogo
Nós os chamamos de calmos
aqueles corações que não tem cicatrizes pra mostrar
aqueles que nunca deixam ir embora
e arriscam as viradas de mesa

Nós os chamamos de tolos
os que tem que dançar por entre a chama
os que arriscam a tristeza e a vergonha
que sempre vem ao se queimar

Mas você tem que ser forte quando consumido pelo desejo
Porque não é suficiente apenas ficar do lado de fora do fogo

Nós os chamamos de fortes
aqueles que podem encarar esse mundo a sós
que parecem se virar sozinhos
aqueles que nunca aceitaram a queda

Nós os chamamos de fracos
os que são incapazes de resistir
à mais exígua chance de que pode existir amor
e por causa disso abandonam tudo

Eles são tão determinados em oferecer,
andando sobre um fio
convencidos de que não é viver
se você ficar do lado de fora do fogo

Ficando do lado de fora do fogo
Ficando do lado de fora do fogo
A vida não é experimentada, é meramente sobrevivida
se você está ficando do lado de fora do fogo

Existe esse amor que está queimando
fundo na minha alma
constantemente anseando
por sair de controle
Querendo voar alto e mais alto
Eu não posso me conformar
em ficar do lado de fora do fogo

Ficando do lado de fora do fogo
Ficando do lado de fora do fogo
a vida não é experimentada, é meramente sobrevivida
se você está ficando do lado de fora do fogo

O RESTO DE NOSSAS VIDAS

Para o resto das nossas vidas ...

Existem coisas pequenas e grandes, coisas que levaremos para o resto de nossas vidas. Talvez sejam poucas, quem sabe sejam muitas, depende de cada um, depende da vida que cada um de nós levou. Levaremos lembranças, coisas que sempre serão inesquecíveis para nós, coisas que nos marcarão, que mexerão com a nossa existência em algum instante.
Provavelmente iremos pela a vida a fora colecionando essas coisas, colocando em ordem de grandeza cada detalhe que nos foi importante, cada momento que interferiu nos nossos dias, que deixou marcas, cada instante que foi cravado no nosso peito como uma tatuagem. Marcas, isso... serão marcas, umas mais profundas, outras superficiais porém com algum significado também.
Serão detalhes que guardaremos dentro de nós e que se contarmos para terceiros talvez não tenha a menor importância pois só nós saberemos o quanto foi incrível vivê-los. Poderá ser uma música, quem sabe um livro, talvez uma poesia, uma carta, um e-mail, uma viagem, uma frase que alguém tenha nos dito num momento certo. Poderá ser um raiar de sol, um buquê de flores que se recebeu, um cartão de natal, uma palavra amiga num momento preciso. Talvez venha a ser um sentimento que foi abandonado, uma decepção, a perda de alguém querido, um certo encontro casual, um desencontro proposital. Quem sabe uma amizade incomparável, um sonho que foi alcançado após muita luta, um que deixou de exisitir por puro fracasso. Pode ser simplesmente um instante, um olhar, um sorriso, um perfume, um beijo.
Para o resto de nossas vidas levaremos pessoas guardadas dentro de nós. Umas porque nos dedicaram um carinho enorme, outras porque foram o objeto do nosso amor, ainda outras por terem nos magoado profundamente, quem sabe haverão algumas que deixarão marcas profundas por terem sido tão rápidas em nossas vidas e terem conseguido ainda assim plantar dentro de nós tanta coisa boa. Lá na frente é que poderemos realmente saber a qualidade de vida que tivemos, a quantidade de marcas que conseguimos carregar conosco e a riqueza que cada uma delas guardou dentro de si.
Bem lá na frente é que poderemos avaliar do que exatamente foi feita a nossa vida, se de amor ou de rancor, se de alegrias ou tristezas, se de vitórias ou derrotas, se de ilusões ou realidades. Pense sempre que hoje é só o começo de tudo, que se houver algo errado ainda está em tempo de ser mudado e que o resto de nossas vidas de certa forma ainda está em nossas mãos. 

desconheço o autor
retirado do site
http://www.mensagensvirtuais.xpg.com.br/mensagem-Para-o-resto-das-nossas-vidas/

Se eu pudesse... (GANDHI)

 
Se eu pudesse...

Se eu pudesse deixar algum presente a você,
deixaria aceso o sentimento de amar
a vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo
o que foi ensinado pelo tempo a fora.
Lembraria os erros que foram cometidos
para que não mais se repetissem.
A capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria para você, se pudesse,
o respeito àquilo que é indispensável:
Além do pão, o trabalho.
Além do trabalho, a ação.
E, quando tudo mais faltasse,
um segredo:
O de buscar no interior de si mesmo
a resposta e a força para
encontrar a saída." 
(Mahatma Gandhi)

SOLTEMOS TODOS OS PÁSSAROS!!(DIA INTERNACIONAL DOS DIREITOS DOS ANIMAIS)10 DE DEZEMBRO(Por Ronita Eliane)


'soltemos todos os pássaros presos!!é isto mesmo!alguém justificará..''mas eles morrerão soltos,não sabem viver livres,nasceram em cativeiros...''..então respondo...''pois que,se morrerem,morrerão felizes...!!sentindo o seu natural direito,de serem livres...e de...VOAR!!''.Eu,de minha parte,soltarei todos...que encontrar presos em meus caminhos..às pessoas que aprisionam pássaros...para comercializar...para ficar admirando seus cantos,em particular,digo-lhes,cantam de tristeza..por estarem presos..uma sugestão...porque não tentam aprisionar,a beleza das ondas do mar??terão um dinheirão por elas..!!porque não vendem,comercializam,o que de mais importante possa existir em suas vidas?(eis que,é o que fazem com os pássaros,voces,aprisionam sua mais pura essência!) e acham isto lindo!!!É CRUEL!!
Já vou avisando,vou soltar todos (fazia isto quando criança,depois não o fiz mais,porque os adultos ficavam muito irados..).Hoje dei-me,voltarei a ser criança...vou soltar todos...solto todos,e aviso antes...Duvido que morrerão!
Aprendamos com as crianças...
IRMÃOS,IRMÃS,
sejamos como crianças..
crianças não aprisionam pássaros...crianças brincam com joaninhas..(eu brincava..ehehe)sem sequer feri-las...crianças choram e lamentam,a morte...da abelhinha..
e sorriem junto com as formiguinhas,...
Voces se lembram disto?
Como pudemos esquecer:?
Sei que existem muitos outros animais presos,injustamente,mas tenho andado indignada
pela prisão de pássaros em particular...
Soltemos,a todos...
E antes,peçamos perdão á eles...pela crueldade humana...''
SARAVÁ,A TODOS!
RONITA
 

NÃO FUJAS/(Pelo médium e irmão/ Ronaldo Adonai).


NÃO FUJAS


Sofres no lar os desafios da vida... desafios que se
levantam em forma de provas, testando-te a capacidade de vencer na trilha do bem que apregoas, e por vezes,inclina-te  ao convite da deserção, alegando a incapacidade de continuar.

     Amigo:quem de nós, no Educandário da Terra, estará isento da    necessidade de testes, uma vez que a escola nos fornece as aulas para a evolução que procuramos?

    Quem não sentirá a dor perante um filho uma vez
sinta a responsabilidade que carrega, após ter aceitado a incumbência de ser pai?

    Qual não será a dificuldade da vida em Comum, dos cônjuges que não sentem afinidade espiritual, mas que já sentem a responsabilidade da bênção da família no lar?...

    E que não diremos dos quadros dolorosos da perda
dos entes queridos que mais amamos?

    Todos somos alunos desta Universidade, em que o
Senhor nos concede a oportunidade sublime, de cooperar no auxílio direto dos que nos procuram pelas vias do coração, a fim de que possamos conquistar as virtudes da abnegação da tolerância e do perdão.

    Se não fossem as lições da vida, treinadas em conjunto, com alunos diferentes, embora com as mesmas possibilidades de melhora para todos, que seria de nós?

    Donde encontrar o lugar que nos possa oferecer paz, se abandonamos a tarefa que nos cabe realizar em favor de nosso próprio bem? .

    Se a escola é o lugar das lutas que devemos enfrentar,as lições que ela nos oferece, são a oportunidade das conquistas necessárias para a evolução do amor imperecível em nossa alma. Os tropeços e as dificuldades, nada mais são do que avisos, alertando-nos na vigilância que devemos ter, para que não percamos a possibilidade da vitória que procuramos.

    Perseveremos portanto, na justa aplicação dos talentos que a vida nos empresta, seja donde for, como for e com quem for, com o fim único de abolirmos todo mal, sem desertar dos compromissos assumidos com os seres que nos compartilham a experiência, e, na retidão da consciencia tranqüila pelo dever retamente cumprido, não haverá dor que nos atinja, nem lágrimas que nos magoem o coração.
(UM IRMAO DE LUZ)

 PAZ,AMOR E CARIDADE

Abraços fraternos!

ad


EM PROCESSO DE LIBERTAÇÃO/(Por Ronaldo Adonai)

O cansaço toma conta de mim.
Corri sempre em busca de valores que agora descubro serem coisa nenhuma.
Afadiguei-me sem necessidade. Acumulei coisas frias, e constato que estão mortas. Chamei-as de tesouro e atribuí-lhes expressões que não merecem, pois não significam, sequer, o quanto lhes concedo.
Silenciosas, pesadas, não participam da vida, e, ao invés de sustentá-la, reunidas em montes, empobrecem outras criaturas.
Acreditei-me ser carne e osso, quando, em realidade, sou Espírito livre.
Emparedei-me no corpo e submeti-me aos seus caprichos sem sentido.
Encarcerei a consciência nos cubículos dos sentidos, transitando pelos espaços exíguos do ego atormentado.
Movimentei-me demasiadamente, sem sair do lugar. Girei em torno de nada.
Descubro, por fim, meu Mestre, a delícia da liberdade.
Liberto-me, suavemente, do organismo físico, superando a fome, a sede, a dor, a enfermidade e a morte.
Vivo, agora, para a Vida, sem aprisioná-la.
Respiro e me expando. Abro os braços e afago a Natureza, abraço a Humanidade.
A mente voa, livre das paredes do cérebro, e se não submete mais a limite algum.
Tudo é luz em mim, e em luz me uno a todas as vidas. Esta luz brilha em toda parte; nela me envolvo, com ela viajo, conquisto os espaços, os corações, as mentes e as pessoas.
Já não tenho pressa, nem ansiedade, nem medo.
Aquieto-me, e cresço além de mim, da prisão que não mais me retém.
Relaxo todo o corpo e o comando em silêncio, a fim de ouvir a música divina da Criação, impregnando-me da sua harmonia.
Amo, e o meu é o sentimento de doação, de felicidade, de serviço a todas as formas vivas, intentando torná-lo santo e puro como a luz, poderoso e rápido como a chama que molda os metais e queima os detritos em abandono. Assim, amo o corpo sem pertencer-lhe, para amar a Humanidade, sem me afligir.
Mergulho no oceano da sabedoria e desperto para a plenitude, a totalidade.
Deixo-me arrastar livremente, qual pássaro no ar ou pólen na brisa.
Esta liberdade é bênção do Teu amor que me chega, que me penetra e me felicita.
Rogo-Te, meu Mestre Oxalá, que o fogo da liberdade prossiga ardendo, porque já não vivo para mim, desde que Tu passaste a viver em mim através dos ensinamentos da Umbanda da Luz Velada, esta Umbanda que liberta e aponta o CAMINHO DA LIBERDADE PLENA.
Por isto, Teu “escravo” que sou, me liberto de tudo.
Namastê!
Adonai. 11/08/09
Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma

Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.
Fernando Pessoa

MÃE IANSÂ!!