''... mas você me disse algo sobre o dinheiro, que
eu nunca vou esquecer:
ele é impessoal, não pertence a ninguém, apenas passa por nossas mãos. O dinheiro não é uma posse, mas uma responsabilidade, e cabe a nós dar-lhe o destino certo. ''
trecho de:
As cartas de amor de
Gibran Kahlil Gibran
A correspondência (1908/1924) mantida entre Kahlil
Gibran e Mary Haskell. Tradução de Paulo Coelho.
******************************************************

http://paulocoelhoblog.com/wp-content/uploads/2013/05/As-cartas-de-amor-de-Gibran.pdf
********************